Enrique Castro-Mendivil/Reuters
Enrique Castro-Mendivil/Reuters

Humala lidera pesquisa em corrida presidencial no Peru

Nacionalista tem pequena vantagem sobre ex-presidente Alejandro Toledo e Keiko Fujimori

Agência Estado

28 de março de 2011 | 15h12

LIMA - O nacionalista de esquerda Ollanta Humala está em primeiro lugar na corrida para as eleições presidenciais de 10 de abril, informou pesquisa Ipsos-Apoyo divulgada no domingo. Em seguida vem o ex-presidente Alejandro Toledo. Humala apareceu com 21% no levantamento, enquanto Toledo tinha 20%. A congressista Keiko Fujimori estava em terceiro, com 19%, seguida pelo ex-primeiro-ministro Pedro Pablo Kuczynski, com 15%, e pelo ex-prefeito de Lima Luis Castañeda, com 14%.

 

A pesquisa mostra que a corrida presidencial segue apertada, mas confirma que Humala tomou a frente. Em outra pesquisa divulgada ontem, da Compañia Peruana de Estudios de Mercado y Opinión Pública (CPI), Humala também liderava. Nenhum candidato deve ganhar em primeiro turno em abril. Com isso, os dois primeiros colocados devem fazer um segundo turno.

 

"A tendência para Humala tem sido de consistente aumento no apoio", disse o diretor de pesquisas da Ipsos-Apoyo, Alfredo Torres, no programa de televisão Cuarto Poder, no qual a pesquisa foi divulgada. Humala, de 48 anos, é um ex-oficial militar e ficou em segundo na disputa presidencial de 2006, vencida pelo presidente Alan García.

 

A Ipsos-Apoyo, considerada a empresa de pesquisas mais confiável do Peru, informou que, entre os votos válidos, Humala estaria com 22,8%, Keiko com 22,3% e Toledo com 21,6%. Em seguida vêm Kuczynski, com 15,8%, e Castañeda, com 15,0%. Já a pesquisa da CPI mostrava Humala com 21,2% das intenções de voto e Keiko com 19,0%. Em terceiro vinha Toledo, com 18,6%. Kuczynski estava com 16,1% e Castañeda, com 15,5%.

 

Toledo, de 64 anos, é um professor de Economia com doutorado na Universidade Stanford, que presidiu o país entre 2001 e 2006. Keiko Fujimori, de 35 anos, é deputada e filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que atualmente está preso. Castañeda, de 65 anos, foi um prefeito bastante popular em Lima entre 2002 e 2010. Kuczynski, de 72 anos, é um investidor e ex-executivo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PerueleiçãopesquisaHumala

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.