Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Humala vota e pede "transparência" nas eleições peruanas

Ollanta Humala, candidato à presidência peruana, disse neste domingo em Lima, após votar, que espera que "tudo seja transparente", e que "não existam problemas" durante o segundo turno eleitoral.Humala foi junto com a esposa, Nadine Heredia, à Universidade Ricardo Palma, em Lima, sob forte esquema de segurança. Depois de votar, o candidato se dirigiu rapidamente a seu veículo e evitou falar com a imprensa.No primeiro turno, em 9 de abril, o ex-militar foi surpreendido por dezenas de críticos que invadiram o centro de votação, quebraram vidros, jogaram objetos contra ele e gritaram "assassino".Humala, que naquele dia levou quase duas horas para sair da Universidade Ricardo Palma, teve que ser protegido pelos observadores internacionais. Cerca de 16,4 milhões de peruanos estão convocados às urnas para escolher seu próximo presidente entre o socialista Humala e o social democrata Alan García.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.