Petr David Josek / AP
Petr David Josek / AP

Húngaros organizam comboio para levar refugiados à Áustria

Em meio a pressão do governo contra chegada de sírios, campanha na internet conta com 2 mil adeptos; marcha começa no domingo

O Estado de S. Paulo

04 Setembro 2015 | 11h21

BUDAPESTE - Em meio às recentes medidas adotadas pelo governo húngaro para barrar a entrada de refugiados sírios no país, cerca de 2 mil pessoas organizaram uma campanha no Facebook para  levar centenas de refugiados do Oriente Médio, parados na Hungria há dias, até a Áustria e Alemanha.

O comboio pretende sair no próximo domingo rumo a Budapeste para transportar os refugiados até a Áustria. A iniciativa gera polêmica, já que na Áustria é proibido por lei transportar refugiados sem documentação em dia de um país para outro.  Na Hungria, o transporte não remunerado para atravessar as fronteiras é considerado um crime, com penas de até três anos de prisão.

Os organizadores instalarão uma linha telefônica fixa para informar aos participantes sobre a situação de trânsito em todos os pontos fronteiriços entre Áustria e Hungria.

Além disso, será oferecido às participantes um serviço de informação jurídica acerca dos riscos do transporte.

Em teoria não existem controles fronteiriços entre os dois países, já que ambos pertencem à zona Schengen, de livre circulação./EFE

Mais conteúdo sobre:
Hungria refugiados estadaotrends

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.