AFP PHOTO/JURE MAKOVEC
AFP PHOTO/JURE MAKOVEC

Hungria começa a construir cerca na fronteira com Croácia

Centenas de soldados foram enviados ao local; barreira deve ser finalizada ainda hoje

O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2015 | 10h27

BUDAPESTE - A Hungria começou durante a noite a construção de uma cerca na fronteira com a Croácia para conter o fluxo de imigrantes, e enviou centenas de soldados e policiais para o local, disse o primeiro-ministro Viktor Orbán a uma rádio pública nesta sexta-feira, 18.

"Defenderemos as fronteiras do país. Não foi para isso que nos preparamos nos últimos 20 anos. Não queríamos um mundo assim", disse Orbán. Ele afirmou que a cerca será concluída ainda hoje ao longo da faixa de 41 quilômetros onde a fronteira entre os dois países não é definida por um rio.

"Devemos implementar as mesmas medidas usadas na fronteira entre Sérvia e Hungria", disse Orbán. Ele destacou que 600 soldados trabalhavam na cerca, outros 500 seriam enviados hoje e mais 700 no final de semana.

A Hungria, que se tornou rota de trânsito para mais de 180 mil imigrantes neste ano, construiu uma cerca de 3,5 metros de altura na fronteira com a Sérvia e implementou uma série de leis para diminuir a imigração. A construção desviou o fluxo de imigrantes para Croácia e Eslovênia.

A polícia húngara informou que 500 imigrantes foram detidos após cruzarem da Croácia para o sul do país na quinta-feira.

Segundo a lei de imigração aprovada recentemente na Hungria, o cruzamento ilegal da fronteira é um crime punido com até três anos de prisão. /REUTERS e EFE

Mais conteúdo sobre:
imigraçãofronteiraHungria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.