Hungria: Orban não apoia Juncker para Com. Europeia

O partido Fidesz, do primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, não apoiará a candidatura de Jean-Claude Juncker para a presidência da Comissão Europeia, informou o escritório do premiê nesta terça-feira.

AE, Agência Estado

27 Maio 2014 | 12h48

O Partido do Povo Europeu (PPE), aliança à qual o Fidesz pertence, conquistou o maior número de assentos nas eleições encerradas no domingo para o Parlamento Europeu, de acordo com resultados preliminares. Juncker reivindicou a vitória. O Fidesz conquistou 12 assentos.

Orban disse que o Conselho da União Europeia - órgão formado pelos primeiros-ministros dos Estados membros - deve nomear o presidente da Comissão Europeia independentemente do resultado da eleição para o Parlamento Europeu.

O Fidesz já não havia apoiado o ex-premiê de Luxemburgo quando ele foi eleito o candidato do PPE "O comissário da União Europeia (Juncker) apontado pelo Luxemburgo causou apenas danos à Hungria nos últimos anos. Por que devemos apoiá-lo depois de tudo isso?", disse Orban na rede de TV HirTV no domingo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
HUNGRIA COMISSÃO EUROPEIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.