Noemi Bruzak/MTI via AP
Noemi Bruzak/MTI via AP

Hungria quer construir muro para barrar imigrantes

Barreira de 4 metros de altura e 175 quilômetros de extensão seria erguida na fronteira com a Sérvia

O Estado de S. Paulo

17 de junho de 2015 | 19h46

BUDAPESTE - O governo da Hungria está considerando construir um muro de 4 metros de altura ao longo da fronteira com a Sérvia para impedir o fluxo de imigrantes que está chegando ao país, informou nesta quarta-feira o ministro de Relações Exteriores húngaro, Peter Szijjarto.

Szijjarto informou que o ministro do Interior, Sandor Pinter, vai apresentar o plano na próxima quarta-feira.

"O governo húngaro está comprometido em defender a Hungria e o povo húngaro da pressão imigratória", afirmou Szijjarto. "A Hungria não pode esperar mais. Naturalmente, queremos que uma solução seja articulada com a Europa."

Szijjarto disse que o muro, que terá extensão de 175 quilômetros na fronteira sul com a Sérvia, não fere nenhuma convenção internacional de direitos. "Teremos um encontro no dia 1º quando informaremos, em detalhes, as medidas aos nossos amigos sérvios", afirmou.

Por sua vez, o ministro do Interior da Sérvia, Nebojsa Stefanovic, pediu à União Europeia ajuda para monitorar suas fronteiras. "Eu estou conversando com todos os Estados-membros da União Europeia para fazermos esforços adicionais para proteção das fronteiras da Sérvia, pois os imigrantes estão entrando no continente por meio da Grécia e da Bulgária, que fazem fronteira com a Sérvia", disse. / Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Hungriamuroimigrantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.