Hungria quer tornar mais rígida lei sobre requisição de asilo

O governo da Hungria informou que está planejando apertar a lei para migrantes e requerentes de asilo, de modo a tornar mais fácil expulsar aqueles que entram ilegalmente no país.

BUDAPESTE, Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 08h29

Um projeto de emenda à lei sobre direitos de asilo foi divulgada na noite desta sexta-feira pelo Ministério do Interior húngaro, que declarou que as mudanças eram necessárias para agilizar e melhorar a identificação dos legítimos requerentes de asilo e permitir a deportação de migrantes econômicos.

O ministério informou que a Hungria recebeu somente neste ano 53,3 mil pedidos de asilo até agora, comparado com os 42,7 mil solicitados ao longo de todo o ano passado. Muitos dos requerente rapidamente se mudam depois para países como Alemanha e Suécia, antes mesmo que suas requisições sejam analisadas.

Na última quarta-feira, a Hungria anunciou que planeja construir uma cerca de 4 metros de altura em sua fronteira com a Sérvia para deter a entrada de migrantes.

Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Hungriamigraçãoasilo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.