Iatistas britânicos detidos no Irã voltam para casa

O grupo de cinco iatistas britânicos que foi detido no Irã, após a embarcação deles adentrar em águas territoriais iranianas, retornou hoje ao Reino Unido. Oliver Smith, Oliver Young, Sam Usher e Luke Porter desembarcaram no aeroporto londrino de Heathrow vindos de Dubai. O quinto homem do grupo, David Bloomer, jornalista de rádio que trabalha no Bahrein, não retornou a Londres.

AE-AP, Agencia Estado

04 de dezembro de 2009 | 13h29

Apesar do incidente, Smith disse que os iatistas não podem esperar para voltar ao barco e ao Golfo Pérsico. Perguntado sobre o que quer fazer agora que voltou para casa, Porter afirmou: "Provavelmente ir ao pub."

A embarcação do grupo, o "Rei do Bahrein", estava em curso para participar da corrida Offshore Dubai-Muscat, de 580 quilômetros, quando entrou em águas territoriais iranianas e foi capturada pela Guarda Revolucionária no dia 25.

A informação sobre a detenção do grupo, logo após o anúncio do Irã de que estava intensificando seu processo de enriquecimento de urânio, elevou a perspectiva de um tenso embate entre Londres e Teerã.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoIrãiatistas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.