Identidade dos chineses será de alta tecnologia

A China planeja distribuir cartões de identificação de alta tecnologia para seus 1,26 bilhão de habitantes.Os cartões plásticos, com um microchip embutido para armazenar informações pessoais, substituirá as atuais identidades de papel plastificadas que são relativamente fáceis de falsificar, informou nesta terça-feira o jornal oficial Diário da China.Os cartões deverão ser testados ainda este ano em algumas cidades e podem ser emitidos primeiro para estudantes no próximo ano, permitindo que eles possam usá-los para obter empréstimos bancários, informou o jornal, acrescentando que o novo sistema de identificação já foi "basicamente aprovado" pelo governo chinês.A distribuição dos novos cartões de identificação para todos os 1,26 bilhão de chineses deverá demorar cerca de cinco anos.Segundo o Diário do Povo, as identidades velhas permanecerão válidas até que a troca seja completada. As identidades atuais têm um número de identificação, a fotografia, o nome, o sexo e a data de nascimento do proprietário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.