Identificados os corpos de 2 vítimas da ditadura

ARGENTINA

, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2010 | 00h00

Os restos mortais da mexicana Cristina Cialceta e do francês Yves Domergue, desaparecidos durante a ditadura argentina (1976-83), foram identificados após passar 34 anos enterrados como indigentes no cemitério de Melincué, um povoado a 340 quilômetros de Buenos Aires. O anúncio foi feito ontem por Eric Domergue, irmão do estudante francês, que havia sido sequestrado na cidade de Rosario com sua namorada, Cristina. Hoje, a presidente Cristina Kirchner participará uma homenagem às vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.