Idi Amin Dada continua em coma

O ex-ditador de Uganda Idi Amin Dada, exilado na Arábia Saudita depois de oito anos à frente de um governo brutal, continua em estado de coma e sua saúde se deteriora rapidamente, informou um funcionário do hospital. Ontem à noite, a fonte havia dito à Associated Press que o estado de saúde de Idi Amin havia se estabilizado, mas hoje afirmou que "sua condição se deteriorou", sem dar maiores detalhes. Ontem, três filhos de Idi Amin estavam ao seu lado na Unidade de Terapia Intensiva do hospital de Jidá, cidade no Mar Vermelho onde ele e sua família vivem há vários anos. O ex-ditador, de 80 anos, respira com a ajuda de aparelhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.