Idi Amin é sepultado na Arábia Saudita

O ex-ditador de Uganda, Idi Amin Dadá, foi sepultado neste domingo na cidade saudita de Yedda, informou um dos filhos dele à agência oficial SPA. Em comunicado lacônico, as autoridades sauditas anunciaram que o ex-presidente, de 78 anos, morreu vítima de uma "grave enfermidade". Ele estava internado no hospital Rey Faisal, em Yedda, desde o dia 25 de junho.Segundo a agência de notícias, o príncipe herdeiro saudita, Abdalá Ben Abdel Aziz, telefonou do Marrocos, onde realiza uma visita, para um filho do ex-ditador e deu os pêsames a família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.