Idosa é ferida e presa nos EUA por ´gramado mal cuidado´

Uma americana de 70 anos ficou ferida após um inesperado confronto com policiais que chegaram à sua casa para prendê-la porque seu gramado estava seco e marrom. A confusão se agravou quando a aposentada Betty Perry, da cidade de Orem, no Estado de Utah, se recusou a dar seu nome a um policial que tentava entregar uma intimação a ela por não regar seu gramado.O policial havia julgado que "o gramado tristemente negligenciado e agonizante" de Perry estava em desacordo com uma lei municipal. A aposentada diz que o policial bateu nela com algemas, cortando seu nariz, mas a polícia insiste que o ferimento foi causado por um escorregão que ela tomou.Angústia Perry se disse "angustiada" depois do incidente. Ela negou ter resistido à prisão, afirmando que se virou para entrar em casa e chamar seu filho para tentar resolver o problema. "Eu perguntei ao policial: ‘O que você está fazendo? E ele me bateu com aquelas algemas na cara", disse ela ao jornal Daily Herald, de Utah.Ela foi tratada em um hospital local para o corte no nariz e por outras escoriações antes de ser levada à prisão. E acabou sendo libertada quando a polícia percebeu que havia "outras formas" de descobrir sua identidade em vez de prendê-la, segundo um porta-voz da polícia.Perry, que disse nunca antes ter tido problemas com a polícia, recebeu promessas de líderes religiosos locais para ajudá-la a melhorar a condição de seu jardim. "Estou muito angustiada com tudo isso", disse ela. "Não posso acreditar no que aconteceu. Você já quis alguma vez começar seu dia novamente e que tudo fosse diferente?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.