Idosos ultrapassam crianças no Japão

O número de japoneses com 65 anos oumais ultrapassou o daqueles com menos de 15 anos pela primeiravez na história do Japão, informou hoje o Ministério daAdministração Pública. Segundo os dados, o Japão tinha 22,27 milhões de pessoasacima de 65 anos - 17,5% da população total de 126,92 milhões -no censo realizado no ano passado. A contagem, realizada a cadacinco anos, descobriu também que o número de japoneses com menosde 15 anos era de 18,45 milhões, ou 14,5% do total dapopulação. De acordo com o chefe da divisão de estatísticas doministério, Hideo Umezawa, esta foi a primeira vez que o númerode velhos superou o de crianças desde que o censo começou a serrealizado, em 1920. Como base de comparação, Umezawa afirma que o número deidosos nos Estados Unidos no mesmo período era de 12,5%; naEspanha, de 17%, na Grã-Bretanha, 16%; e na Alemanha, 16,4%. No início deste mês, um outro estudo governamental indicouque mais de um em quatro japoneses deverá ter mais de 65 anos em2020, transformando o Japão na nação com o maior número deidosos do plantea. O Japão tem a maior expectativa de vida do mundo, tanto parahomens (77,1 anos), como para mulheres (83,99), segundo dadosgovernamentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.