Iêmen condena terrorista à morte

Um tribunal do Iêmen condenou à morte um membro da rede Al-Qaeda por planejar matar o embaixador americano. Outros 14 foram condenados a penas de 3 a 10 anos por envolvimento no atentado de 2001 ao petroleiro francês Limburg (que deixou 1 morto) e num complô contra embaixadas dos EUA, França, Cuba, Alemanha, e Grã-Bretanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.