Iêmen discute com FBI como combater Al-Qaeda

O presidente do Iêmen, Abed Rabo Mansour Hadi, se reuniu nesta terça-feira com o diretor do FBI, Robert Mueller, para discutir como combater os militantes da Al-Qaeda, principalmente na província sulista de Abyan, segundo um porta-voz do governo.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2012 | 12h37

Hadi e Mueller tiveram um encontro de 45 minutos na capital iemenita, Sanaa, durante o qual também discutiram o apoio político ao presidente, que assumiu há dois meses após a renúncia do ex-ditador Ali Abdullah Saleh.

O FBI é a principal agência de investigação dos Estados Unidos, mas mantém escritórios de ligação em vários países.

O anúncio da visita de Mueller ocorreu horas depois de as forças do governo iemenita reconquistarem o centro da cidade de Zinjibar, a capital de Abyan que está sob domínio da Al-Qaeda desde maio do ano passado. A batalha entre os soldados e militantes teria deixado dezenas de mortos e feridos, mas o governo não divulgou um número exato. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenFBIencontro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.