Iêmen: milhares protestam contra golpe de Estado dos Houthis

Milhares de pessoas foram às ruas no Iêmen neste sábado para protestar contra a tomada do governo por rebeldes xiitas. Na capita, Sanaa, os militantes atiraram para o alto para tentar dispersar os manifestantes, que foram agredidos com pedaços de pau. Protestos também ocorreram nas cidades de Hodeida, Taiz e Ibb.

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2015 | 10h57

Mais cedo, autoridades relataram a explosão de uma bomba em uma das ruas que dá acesso ao palácio presidencial. O atentado deixou três pessoas feridas. Os rebeldes tomaram o controle das instituições estatais, dissolveram o parlamento e instalaram um novo comitê para governar a nação mais pobre da região - lar do que Washington considera como a mais perigosa ramificação da Al-Qaeda.

Os rebeldes, conhecidos como Houthis, são inimigos da organização terrorista, mas também são hostis aos norte-americanos e à Arábia Saudita, que é predominantemente sunita. Acredita-se que, nos bastidores, os Houthis recebam o apoio dos iranianos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenmanifestaçõesHouthisgolpe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.