Iêmen será transformado em federação com seis regiões

Um painel presidencial incumbido de elaborar um novo sistema político para o Iêmen anunciou nesta segunda-feira um acordo para transformar o conflagrado país em um Estado federativo dividido em seis regiões.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2014 | 12h21

A decisão vem à tona após duas semanas de negociações entre representantes das diferentes regiões iemenitas. Eles se reuniram com o objetivo de estabelecer um novo mapa político para o país depois de décadas de centralização do poder em Sanaa terem alimentado conflitos internos entre o norte e o sul.

Políticos do sul do Iêmen, área que no passado já foi um país independente, defendiam a divisão em apenas duas regiões. A proposta aprovada hoje, porém, prevê seis regiões, quatro no norte (Azal, Saba, Janad e Tahama) e duas no sul (Áden e Hadramawt). Sanaa, a capital, não será afiliada a nenhuma região.

A proposta de transformar o Iêmen em um Estado federativo faz parte do diálogo nacional lançado em 2012, após a renúncia de Ali Abdullah Saleh após 33 anos no poder, e será incluída na nova Constituição do país, que será levada a referendo. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmenpolítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.