Igreja aceita oficialmente menina coroinha

O papa João Paulo II convidou os católicos a observar as recomendações de um novo documento do Vaticano divulgado ontem e acabar com os excessos cometidos na missa (veja mais informações no link abaixo). No texto, intitulado ?O Sacramento da Redenção? e preparado pela Congregação para o Culto Divino, a Igreja aceita oficialmente as meninas coroinhas, até agora um assunto polêmico, mas proíbe uma série de práticas, entre elas a celebração da missa com ministros de outros cultos e o recebimento da hóstia das mãos de um leigo ou outro fiel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.