Igreja Católica não aceita adoção por casais homossexuais

A Igreja Católica inglesa não aceitará casais homossexuais como pais adotivos, segundo uma carta do cardeal primaz Cormac Murphy O´Connor, endereçada a todos os ministros do governo trabalhista e divulgada pelo jornal The Times.O cardeal se apóia na doutrina católica para alertar que as agências de adoção dependentes da Igreja "não poderão levar em conta casais homossexuais como potenciais pais adotivos"."Achamos que se trataria de uma discriminação ilógica, desnecessária e injusta contra os católicos obrigar as agências de adoção católicas a atuar contra as doutrinas da Igreja e suas próprias consciências", escreve o cardeal.Contra a opinião de muitos membros de seu gabinete, o primeiro-ministro, Tony Blair, apóia supostamente a posição da Igreja Católica, diz o jornal. A Igreja Católica ameaça fechar as 12 agências de adoção que controla se for obrigada a cumprir os Regulamentos sobre Orientação Sexual, que proíbem qualquer tipo de discriminação contra casais homossexuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.