Igreja da Pirataria faz o primeiro 'casamento'

A Igreja da Pirataria, movimento surgido na Suécia para protestar contra as leis de direitos autorais, realizou seu primeiro "casamento" em cerimônia transmitida ao vivo. Os noivos foram unidos por um "sacerdote" que usava máscara de Guy Fawkes, adereço que ganhou notoriedade no filme V de Vingança e virou lugar-comum em protestos variados.

O Estado de S.Paulo

09 Maio 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.