Igreja de Cuba anuncia libertação de 7 presos políticos

A Igreja Católica de Cuba anunciou ontem a libertação de um dissidente membro do Grupo dos 75 detidos em 2003, assim como a de 6 outros presos políticos que não pertencem a esse grupo e serão enviados para a Espanha. O dissidente é o jornalista independente Iván Hernández Carrillo, de 40 anos, condenado a 25 anos de prisão. Com a libertação de Carrillo, ainda permanecerão na prisão 6 dos 52 membros do Grupo dos 75 que ainda estavam presos. A maioria já foi libertada após negociações da Igreja e o governo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.