Igreja Episcopal aprova bênção para casais gays

A Convenção Geral da Igreja Episcopal dos Estados Unidos decidiu na terça-feira que vai abençoar casais do mesmo sexo, mais um passo decisivo na aceitação da homossexualidade em uma denominação que há nove anos elegeu o primeiro bispo abertamente gay.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2012 | 09h36

Cerca de 80% dos presentes na convenção votaram pela autorização de um rito para uniões homossexuais, pelos próximos três anos. Nos últimos anos, outras igrejas protestantes vêm derrubando barreiras para ordenação de gays e permitindo que congregações individuais celebrem uniões de gays e lésbicas. Entretanto, apenas um grande grupo protestante americano, a Igreja Unida de Cristo, aprova o casamento homossexual sem ressalvas.

A nova política episcopal prevê que cada bispo vai decidir se permite cerimônias de casais do mesmo sexo em sua diocese. Com sede em Nova York, a Igreja Episcopal é o braço norte-americano da Comunhão Anglicana, que reúne 77 milhões de membros em todo o mundo. Conservadores episcopais criaram uma denominação rival, a Igreja Anglicana na América do Norte.

O rito episcopal para casais gays será chamado de "Testemunho e Bênção de uma Aliança por Toda a Vida". Assim como o casamento tradicional, a cerimônia inclui orações e troca de votos e alianças. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAreligiãocasamento gay

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.