Igreja nos EUA paga US$ 25,7 milhões por abuso sexual

A arquidiocese de Louisville (Kentucky) iniciou nesta quarta-feira o pagamento de US$ 25,7 milhões de indenização a vítimas de abusos sexuais cometidos por padres e funcionários.A medida é resultado de uma das maiores açõeslegais contra a Igreja Católica e responde às denúncias de 243 pessoas que alegaram ter sofrido esses abusos."Espero que este acordo seja um sinal de nossa disposição de ajudar a estancar sua dor", disse o arcebispo Thomas Kelly em mensagem àsvítimas. Segundo o advogado William McMurry, a arquidiocese declarou possuir US$ 48 milhões em bens e tem 30 dias para transferir o dinheiro para uma conta em juízo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.