Igreja Ortodoxa Sérvia derruba Arcebispo linha dura

A Igreja Ortodoxa Sérvia removeu no sábado o líder linha dura dos sérvios em Kosovo, Arcebispo Artemije, sob suspeita de desvio de dinheiro da igreja e do governo.

DANIEL COOKE, Agencia Estado

13 de fevereiro de 2010 | 14h33

Um Sínodo (reunião convocada pela autoridade eclesiástica) realizado no sábado determinou que o Arcebispo Artemije está proibido de liderar a igreja em Kosovo, que é considerado o berço da Igreja Ortodoxa Sérvia e da própria nação sérvia.

Kosovo declarou independência da Sérvia em 2007.

Artemije, conhecido por suas posições ultranacionalistas e antiocidentais, foi investigado pela igreja por ter supostamente desviado durante anos milhões de euros em ajuda e dinheiro do governo.

Centenas de seus seguidores, inclusive padres de Kosovo, se reuniram na frente da sede da Igreja em Belgrado para protestar. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
SérviaKosovo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.