Igreja polonesa pede solução pacífica no Iraque

A influente Igreja Católica da Polônia anunciou ser contrária a uma guerra no Iraque, seguindo a linha do Vaticano, apesar de o governo polonês apoiar uma ação militar liderada pelos Estados Unidos. Os bispos da Polônia opõem-se a uma "guerra preventiva" contra o Iraque, informaram por meio de um comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do episcopado: "A guerra sempre traz destruição e nunca resolve conflitos." O governo polonês apóia com veemência a posição norte-americana contra o Iraque. Uma recente pesquisa no país constatou que 55% dos poloneses apóiam a participação do país numa eventual ação contra o Iraque, mas sem participação ativa de seus militares no campo de batalha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.