Ike atingiu Turks e Caicos como furacão de categoria 4

O furacão Ike atravessou o território britânico de Turks e Caicos, no Oceano Atlântico, antes do amanhecer deste domingo enquanto a população procurava refugiar-se em suas casas ou em abrigos coletivos. A forte tempestade chegou ao arquipélago como um furacão de categoria 4 - apenas uma abaixo da mais forte segundo a escala Saffir-Simpson -, com ventos sustentados de 217 quilômetros por hora que se estendiam por uma área a até 72 quilômetros do olho.Na manhã de hoje, o olho do furacão encontrava-se a cerca de cem quilômetros de Gran Inagua, a ilha mais austral do arquipélago das Bahamas. O local é esparsamente povoado, mas abriga a maior colônia de reprodução de flamingos do mundo.Em Turks e Caicos, o aeroporto de Providenciales, a capital do arquipélago, fechou depois do apressado embarque de milhares de turistas e moradores dessas ilhas normalmente tranqüilas. A população de Providenciales estava sem eletricidade, mas foi orientada a armazenar água e lanternas. De acordo com a trajetória prevista pelos meteorologistas do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, o Ike deve passar ainda hoje pelas Bahamas, chegar a Cuba em algum momento entre a noite deste domingo e a madrugada de segunda-feira e depois entrar pelo Golfo do México, podendo atingir a costa continental americana no decorrer da semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.