REUTERS/Giorgos Moutafis
REUTERS/Giorgos Moutafis

Ilha na Grécia ganha símbolo de paz feito com salva-vidas usados por migrantes

Voluntários usaram centenas de coletes que pertenciam a pessoas que chegaram à Europa ou morreram tentando completar o trajeto 

O Estado de S. Paulo

02 Janeiro 2016 | 18h03

LESBOS, GRÉCIA - Lesbos amanheceu em 2016 adornada com um imenso símbolo da paz, feito pela junção de centenas de coletes salva-vidas usados pelas pessoas que cruzaram o Mar Egeu fugindo das guerras no Oriente Médio e chegaram a essa ilha grega.

Equipes da Médicos sem Fronteiras (MSF) e Greenpeace, que operam em Lesbos, e de outros grupos como Sea Watch e várias organizações locais idealizaram o símbolo para entrar em 2016 com uma mensagem de esperança, segundo o site do Greenpeace.

Dezenas de voluntários usaram os salva-vidas recolhidos no lixo da aldeia de Molyvos, onde milhares foram jogados pelas 500 mil pessoas que chegaram à ilha.

O símbolo, formado sobre o lixão e visível para quem chega por mar a Lesbos a partir da Turquia, também inclui coletes daqueles que morreram tentando entrar na Europa. /AFP

Mais conteúdo sobre:
Lesbos Grécia refugiados migrantes Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.