Ilhas Kurilas: Japão e Rússia avançam na negociação

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro do Japão, Yoshiro Mori, concordaram hoje em avançar as negociações sobre a disputa pelas ilhas Kurilas, no Mar de Okhotsk, o que poderá levar a um acordo de paz entre os dois países, pendente desde o final da Segunda Guerra.Os dois líderes se reuniram durante 90 minutos na cidade siberiana de Irkutsk. Depois do encontro, Putin afirmou que as conversações são uma continuação de um processo para se chegar aum tratado de paz. "Quero informar-lhes com grande satisfação sobre um primeiro passo adiante no estabelecimento das relações entre Rússia e Japão", disse Putin.Em comunicado conjunto, divulgado pela agência de notícias Interfax, os dois países afirmaram que as negociações "foram ainda mais aceleradas para se concluir um tratado de paz mediante um acordo sobre o status das ilhas". Para Mori, "o diálogo foi muito aberto... entre amigos". Em 1998, Japão e Rússia concordaram na assinatura de um tratado de paz, prevista previamente para ocorrer no final de 2000, mas vários diálogos entre Putin e Mori no ano passado não prosperaram.A Rússia invadiu quatro ilhas no sul do arquipélago das Kurilas nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial. Ambos os países continuam reivindicando a soberania sobre as ilhas e,graças a esta disputa, nunca assinaram um tratado para se pôr um fim oficial às hostilidades da Guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.