Ilhas Malvinas devem continuar britânica, diz referendo

Os habitantes das Ilhas Malvinas (ou Falklands, como chamam os britânicos) votaram esmagadoramente a favor de permanecer um território ultramarino britânico em referendo iniciado ontem e encerrado hoje. Dos 1.672 eleitores das ilhas, 92% compareceram às urnas e 98,8% votaram a favor de continuar um território britânico, segundo dados oficiais.

Agência Estado

11 de março de 2013 | 23h49

O governo local espera que o referendo sirva como uma clara mensagem à Argentina de que os habitantes rejeitam a afirmação de soberania da nação sul-americana sobre as Ilhas Malvinas. A Argentina, por sua vez, rejeitou o referendo e disse que o resultado eleitoral não terá influência em sua política externa. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Ilhas Malvinasreferendo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.