Imagem negativa de Irã e EUA é confirmada por pesquisa

Uma pesquisa encomendada pela BBC mostra que, para a maioria dos entrevistados, o Irã e os EUA têm uma imagem ruim e representam uma "influência negativa" no mundo. A pesquisa, realizada entre outubro de 2005 e janeiro de 2006 pela empresa GlobalScan, analisou a imagem dos Estados Unidos, Irã, Grã-Bretanha, Índia, China, Rússia e da Europa em outros países.Foram ouvidas 39.434 pessoas em 33 países, incluindo o Brasil. A pesquisa tem margem de erro de 2.5% a 4%.O Irã foi o país com a pior avaliação. Das 33 nações em que a pesquisa foi feita, 24 vêem a República Islâmica de forma negativa. Os EUA ficaram com a segunda pior posição, com 18 nações fazendo uma avaliação negativa sobre a maior potência do planeta.Piora A maioria dos brasileiros acredita que tanto os Estados Unidos como o Irã exercem influência negativa no planeta.Três em cada quatro brasileiros acreditam que o país influencia negativamente o cenário internacional. Cerca de 60% dos entrevistados no Brasil também disseram ter uma visão negativa dos EUA.A imagem de países como China, Rússia e França também está pior do que a mostrada em uma pesquisa semelhante realizada em 2004. O Japão é visto como uma influência predominantemente positiva por todos os países ouvidos exceto por seus vizinhos China e Coréia do Sul.Em média, 18% dos entrevistados disseram ver o Irã como uma influência positiva e 47% como negativa. Os americanos, alemães e italianos são os que manifestaram uma visão mais negativa do país.A imagem dos EUA piorou em relação à última pesquisa. Em 2004, 54% dos franceses disseram ter uma imagem negativa dos americanos. Neste ano a porcentagem subiu para 65%. No Brasil e na Grã-Bretanha, os números também subiram, de 51% para 60% e de 50% para 57%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.