Imagens mostram rastro de destruição deixado pelo furacão Dorian no Caribe

Imagens mostram rastro de destruição deixado pelo furacão Dorian no Caribe

ONU e a Cruz Vermelha mobilizam operações de resgate de pessoas afetadas pela tempestade nas Bahamas

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2019 | 17h37

O furacão Dorian perdeu força nas últimas horas, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, mas deixou para trás um rastro de destruição em sua rota.

A passagem pelas Bahamas, no entanto, deixou um rastro de destruição, registrado por moradores do arquipélago em redes sociais. 

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Cruz Vermelha Internacional começam a mobilizar operações de resgate de pessoas que tem telefonado a serviços de resgate e rádios locais, informando que estão presas nos telhados de suas casas, após serem inundadas.

No litoral da Flórida, especialistas do NHC preveem o aumento do nível do mar de até 2,1 metros em algumas regiões, que também sofrerão o ataque das poderosas ondas geradas pelo furacão. O presidente americano, Donald Trump, alertou para os riscos da tempestade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.