Imelda Marcos internada com suspeita de problemas coronários

Imelda, de 78 anos, foi internada após sofrer um ataque de tosse e sentir dores nos tornozelos

EFE

16 de setembro de 2007 | 06h12

Imelda Marcos, a viúva do falecido ditador Ferdinand Marcos, encontra-se internada em um hospital de Metro Manila com o objetivo de detectar se ela sofre de uma obstrução na artéria coronária, informa neste domingo a emissora "GMA News TV". Segundo a fonte, Imelda, de 78 anos, foi internada no sábado à noite no hospital St. Luke Medical Center, na cidade de Quezón, após sofrer um ataque de tosse e sentir dores nos tornozelos. Porta-vozes médicos asseguraram que a paciente apresentava um aspecto saudável, mas que ela permanecerá no centro até a próxima terça-feira para ser submetida a um angiograma coronário para verificar o estado da artéria. A hospitalização interrompe por enquanto a ativa vida social de Imelda, imprescindível presença nas festas que reúnem a alta sociedade filipina. Imelda ganhou terreno no cenário político e social local após seu retorno às Filipinas em 1992, depois de seis anos de exílio iniciados com a queda de seu marido, derrubado em 1986 por uma revolta popular. A seu favor estiveram as decisões da Justiça, que a absolveu na grande maioria dos 417 processos judiciais contra ela e seus filhos em seu país e no exterior. A comissão governamental encarregada de recuperar a fortuna que supostamente os Marcos juntaram ilegalmente durante o tempo em que governaram, calculada em cerca de US$ 10 bilhões, recobrou até agora cerca de US$ 1,5 bilhão.

Tudo o que sabemos sobre:
Imelda MarcosFilipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.