ANDREI NETTO/ESTADAO
ANDREI NETTO/ESTADAO

Imigrante caminha 50 km pelo Eurotúnel e é preso na entrada da Grã-Bretanha

Sudanês saiu de acampamento de Calais na França e desviou de trens e fugiu de guardas durante o percurso

O Estado de S. Paulo

07 de agosto de 2015 | 15h50

LONDRES - Um imigrante sudanês caminhou os 50 quilômetros do túnel do Canal da Manchaque liga a França e a Grã-Bretanha, desviando de trens de alta velocidade e fugindo de guardas, até ser preso pouco antes de entrar em território britânico.

Milhares de imigrantes da África e do Oriente Médico têm tentado fugir de acampamentos no porto francês de Calais e entrar ilegalmente na Grã-Bretanha pulando em caminhões e se escondendo em trens, prejudicando o fluxo do túnel de passageiros e mercadoria.

A polícia britânica informou que Abdul Rahman Haroun, de 40 anos, foi encontrado próximo à entrada britânica do túnel na noite da terça-feira 4. A polícia informou que ele foi acusado de "causar obstrução usando a ferrovia", e se apresentaria em julgamento.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse no mês passado que tomaria ações para resolver a crise de imigração, incluindo aumentar a segurança no terminal em Calais, mas alertou que não havia solução rápida. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.