Michele Cattani / AFP
Michele Cattani / AFP

Imigrante do Mali que salvou criança em Paris obtém nacionalidade francesa

Em maio, Mamoudou Gassama, de 22 anos, resgatou um menino de 4 anos que estava pendurado em uma varanda ao escalar a fachada de um prédio

O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2018 | 10h10

PARIS - O malinês Mamoudou Gassama, jovem imigrante que salvou uma criança de cair de uma varanda ao escalar quatro andares de um prédio de Paris em maio, obteve nacionalidade francesa, segundo o decreto de naturalização publicado no Diário Oficial nesta quinta-feira, 13.

"Este ato de grande coragem ilustrou de maneira exemplar alguns valores que contribuem para unir os membros da comunidade internacional, como a valentia, o desinteresse, o altruísmo, a atenção aos mais vulneráveis", afirma o decreto.

Gassama, de 22 anos, batizado de “Homem-Aranha” nas redes sociais, salvou um menino de 4 anos pendurado em uma varanda ao escalar a fachada de um prédio em um bairro no norte de Paris no dia 26 de maio, atraindo admiração na França.

As autoridades francesas rapidamente regularizaram a situação do jovem sem documentos que, dois dias depois do episódio, foi recebido no Palácio do Eliseu pelo presidente Emmanuel Macron. A naturalização era apenas uma questão de tempo.

Em junho, ele também recebeu a maior distinção da cidade de Paris e foi recompensado durante a cerimônia de entrega do BET Awards em Los Angeles, que homenageia todos os anos os afro-americanos de maior destaque. Desde julho, Gassama tem um contrato de serviço cívico com o Corpo de Bombeiros da capital francesa. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.