Imigrante ilegal morre de inanição em navio

Um jovem andarilho africano foi encontrado morto na despensa de um navio de bandeira filipina atracado no porto General San Martín, no rio Paraná, 300 quilômetros ao norte de Buenos Aires, informaram nesta segunda-feira fontes da Prefeitura Naval argentina. O chefe de operações da Prefeitura de San Lorenzo, Angel Riquelme, afirmou que "o fato aconteceu na última terça-feira" e que outro imigrante ilegal foi encontrado vivo e resgatado do rio, no qual havia se jogado para não ser detido. O imigrante resgatado foi identificado como Mohamed Valdez, um liberiano de 13 anos. Muito fraco e com sintomas claros de desnutrição, foi internado num hospital da província de Santa Fe. Mohamed Valdez revelou que ele e seu amigo entraram no navio "Aurora Esmerald" no porto de Gana. Segundo ele, nos 11 dias da travessia, os dois não receberam alimentos, pois viajaram escondidos num compartimento exterior do casco, na popa do navio. De acordo com as fontes, será feita a autópsia do cadáver do outro rapaz, supostamente morto por inanição.

Agencia Estado,

01 Outubro 2001 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.