Imigrantes detidos na Grécia atacam guardas

A polícia grega informou que imigrantes detidos em uma instalação no nordeste de Atenas por entrarem no país ilegalmente atearam fogo neste sábado nas camas e nos contêineres em que viviam e atacaram os guardas da prisão, ferindo pelo menos 10 deles.

Agência Estado

10 de agosto de 2013 | 20h44

O conflito começou enquanto o jantar era servido, como forma de protesto contra a extensão do tempo que os imigrantes deverão passar no centro de detenção, revelou a polícia, acrescentando que o ataque contra os guardas do local ocorreu sem qualquer provocação.

Caminhões de bombeiros tentavam apagar o fogo, enquanto patrulhas policiais em motos vasculhavam a área em busca de fugitivos. Pelo menos 1.500 imigrantes estão detidos na instalação, oficialmente chamada de "centro fechado de hospitalidade", um dos muitos na Grécia. Dezenas de milhares de imigrantes entram no país todos os anos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaImigraçãoataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.