Imigrantes mexicanos morrem de calor nos EUA

A polícia de fronteira dos EUA encontrou durante a última semana os corpos de 14 imigrantes ilegais no deserto de Sonoran. A maioria dos mortos foi encontrada ao sul e a oeste da cidade americana de Tucson, que fica a cerca de 105 quilômetros ao norte da fronteira com o México. Segundo o porta-voz da Patrulha de Fronteira, Ryan Scudder, as temperaturas na região atingiram 38ºC no final de semana, e os imigrantes estavam atravessando o deserto durante uma forte seca. No entanto, ele afirmou que as condições climáticas não estavam piores que as registradas num típico final de semana de verão (boreal). "Nunca vi tantos imigrantes morreram em um único final de semana", afirmou. Scudder disse que a maioria morreu por exposição ao calor e por desidratação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.