Imigrantes podem ter morrido afogados perto do Sudão

Acredita-se que cerca de 200 imigrantes africanos tenham se afogado hoje depois que o barco que os levava para a Arábia Saudita pegou fogo na costa nordeste do Sudão, informou uma agência semioficial de notícias. Segundo a agência Sudanese Media Center, três imigrantes foram resgatados.

AE, Agência Estado

05 de julho de 2011 | 20h42

O barco zarpou do Estado Mar Vermelho, um dos 26 Estados do Sudão, e viajou por quatro horas em águas territoriais sudanesas antes do incêndio, segundo a agência de notícias. Autoridades locais ainda realizavam buscas à procura de sobreviventes. A informação não pôde ser confirmada de maneira independente.

Segundo as informações, o transporte dos imigrantes ilegais aconteceu em Porto Sudão, que abriga o principal porto do país. Porto Sudão é a capital do Estado Mar Vermelho. A agência disse que os proprietários do barco, todos iemenitas, foram detidos, embora não haja mais detalhes sobre eles. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
morteafogamentoimigrantesSudão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.