Importante chefe paramilitar colombiano morre em ataque

A Promotoria Geral da Colômbia confirmou nesta Segunda-feira a morte do chefe paramilitar do Bloco Centauros, Miguel Arroyave, um dos negociadores das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), nas conversações de paz com o governo. Um fonte da Promotoria disse que os exames confirmaram que as impressões digitais de um dos cinco cadáveres encontrados nos carros abandonados na área rural são de Arroyave. Segundo o general Alberto Ruiz, os dois veículos com os corpos baleados foram encontrados em uma via de Puerto Lleras. A identificação de Arroyave foi difícil pois, em função do impacto da bala, seu rosto estava desfigurado. A AUC afirmou em comunicado que o paramilitar foi ?vítima de um atentado criminoso (...)?, mas tornou pública sua ?vontade de continuar explorando caminhos de paz?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.