Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Imposto "flatulento" gera protestos na Nova Zelândia

Pecuaristas e ovinocultores se reuniram em um grande protesto em frente ao parlamento neozelandês, em Wellington, contra os planos do governo de cobrar impostos sobre as emissões de gases pelos animais. Munidos de faixas, cerca de 1.000 agricultores, alguns em tratores, outros acompanhados de vacas e cachorros, subiram as escadas do parlamento gritando "Nós não vamos pagar" o chamado "imposto flatulento".Segundo nota da agência Dow Jones, os protestantes apresentaram uma petição assinada por 65 mil agricultores contrários à idéia do Parlamento de cobrar o imposto e criar um fundo de pesquisa do efeito estufa e de meios de diminuir a produção de gás metano pelos animais. As estimativas são de que 8 milhões de dólares neozelandeses seriam coletados anualmente. O gás metano produzido pelos animais corresponde a mais da metade do total de gases produzidos a cada ano no país.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2003 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.