Imposto toque de recolher pelo 3º dia consecutivo em Katmandu

As autoridades do Nepal impuseram hoje um toque de recolher diurno, pelo terceiro dia consecutivo, em Katmandu, onde já ocorreram, nesta manhã, protestos em prol da restauração da democracia. O toque de recolher será iniciado às 12h (3h15 de Brasília) e durará até as 20h (11h15 de Brasília), anunciaram as autoridades. Por outro lado, dois líderes comunistas que tinham sido detidos na quarta-feira foram postos hoje em liberdade, disseram fontes do Partido Comunista local. Trata-se de Jhala Nath Khanal e Bamdev Gautam, que foram detidos logo após terem retornado ao Nepal procedentes da Índia, onde se reuniram com representantes da guerrilha maoísta. A oposição nepalesa manteve as mobilizações iniciadas no último dia 6 para reivindicar a restauração da democracia no Nepal, por terem considerado insuficiente a oferta do rei Gyanendra, feita ontem à noite em discurso televisionado, de renunciar ao poder absoluto. Gyanendra, que assumiu o poder absoluto em 1º de fevereiro de 2005, anunciou que "os poderes executivos" que mantinha seriam devolvidos "ao povo", e pediu à oposição que apresentasse um candidato a chefe de Governo. O rei nepalês expressou seu "compromisso com a monarquia constitucional", com a "democracia multipartidária" e com as eleições, embora não tenha citado uma data para uma futura convocação às urnas nem a via pela qual a soberania voltará ao povo. Os principais líderes dos sete partidos da oposição tinham agendado dar hoje uma resposta conjunta ao rei, mas o toque de recolher pode impedir seus planos. Shobhakhar Parajuli, do Congresso Nepalês, principal partido da oposição, disse hoje que as mobilizações e a greve geral que começaram o dia 6 estão sendo mantidas porque o rei não aceitou as principais pedidos da oposição. A oposição revindica a restauração do Parlamento, fechado em 2002, e a criação de um Governo multipartidário, assim como a convocação de eleições para uma Assembléia constituinte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.