Imprensa americana tem dúvidas sobre suposto assassino de modelo infantil

John Mark Karr, suspeito de assassinar a modelo infantil JonBenet Ramsey há 10 anos, continua àespera de sua transferência para o Colorado, enquanto novos dados publicados na imprensa alimentam as dúvidas sobre sua culpa. A Polícia de Los Angeles não soube dizer quando Karr, de 41 anos, será entregue às autoridades de Boulder, no Colorado, onde JonBenet foi assassinada, em 26 de dezembro de 1996. Os promotores não revelaram as provas contra Karr, cuja inesperada detenção na semana passada, na Tailândia, atraiu a atenção das câmeras. Após sua detenção na Tailândia, Karr confessou seu amor por JonBenet e disse aos jornalistas que estava com ela quando a menina morreu, mas descreveu a morte como "um acidente". Segundo a revista People, Karr teria dito a funcionários tailandeses não identificados que estava só com JonBenet quando ela foi assassinada. Ao ser perguntado se a morte da menina foi brutal,respondeu que "não é o que parece". Apesar da confissão, o caso não está claro. A ex-mulher de Karr afirma que ele estava com ela e seus filhos em casa, no Alabama, nodia em que JonBenet morreu. Segundo a People, Karr respondeu que "é normal que a famíliatente me proteger".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.