Imprensa de Cuba reproduz discurso de Fidel contra o terror

A rádio e a televisão cubanas reproduziram hoje declarações feitas pelo presidente Fidel Castro dias depois dos ataques terroristas nos Estados Unidos, há exatamente um ano, nas quais o líder comunista se pronunciou contra o terrorismo e a guerra."Aconteça o que acontecer, jamais será permitido que nosso território seja utilizado para ações terroristas contra o povodos Estados Unidos e faremos tudo o que estiver ao nosso alcancepara evitar ações deste tipo contra ele. Hoje expressamos (aopovo americano) nossa solidariedade e fazemos uma exortação àpaz", disse Fidel em 22 de setembro de 2001."Cuba proclama que está contra o terrorismo e contra aguerra e manifesta sua disposição de cooperar com todos osdemais países na erradicação do terrorismo", sublinhou o lídercubano em fragmentos de um discurso reproduzido hoje comohomenagem ao primeiro aniversário dos ataques contra o WorldTrade Center, em Nova York, e a sede do Pentágono, emWashington.O Parlamento cubano aprovou uma lei contra atos terroristasimediatamente depois dos atentado de 11 de setembro e ratificou12 instrumentos internacionais, convenções e protocolos contra oterrorismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.