Imprensa destaca votação do segundo colocado na Colômbia

O jornal colombiano El Espectador afirma que mesmo com a reeleição do presidente Álvaro Uribe, "o fenômeno político" do pleito presidencial colombiano foi a votação do segundo colocado, o candidato de centro-esquerda Cesar Gaviria, que obteve mais de 20% dos votos - o que, segundo a publicação, representa "a maior votação já recebida pela esquerda no país".De acordo com o Espectador, Gaviria se afirmou como "uma figura de idéias claras, culto e inteligente, que ousou se posicionar como uma alternativa à continuidade". Segundo o jornal, ainda que Gaviria tenha recebido críticas pelos "perigosos efeitos que suas propostas econômicas poderiam ter", o país "vem há anos seguindo o mesmo modelo, que mesmo tendo gerado alguns avanços, foi incapaz de pôr fim à pobreza?.O diário El Colombiano afirma que as eleições foram históricas por diversos motivos: foi a primeira reeleição na história do país, o pleito foi o mais tranqüilo das últimas décadas e a esquerda obteve uma expressiva vitória, tornando-se a segunda força política da Colômbia, superando partidos tradicionais. Washington PostO americano Washington Post comenta que a reeleição de Uribe, um adepto da "lei e da ordem", e diz que a vitória "fortalece o mandato do presidente, descrito como um aliado americano, para combater grupos armados e traficantes de drogas".Segundo o jornal, a reeleição de Uribe, "educado em Harvard", freia a tendência esquerdista em voga na América do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.