Incêncio destrói centro judaico em Paris

Um incêncio destruiu um centro judaico no leste de Paris na madrugada deste domingo, sem deixar feridos. Os bombeiros foram chamados ao local por volta das 3h30 (horário local) e conseguiram controlar o fogo logo ao amanhecer. De acordo com autoridades policiais, trata-se de um ato criminoso e deliberadamente anti-semita, dado o teor das pichações encontradas no local.O prefeito parisiense, Bertrand Delanoe, e o chefe da Polícia de Paris, Jean-Paul Proust, visitaram o centro destruído.Chirac - Em nota expedida pelo governo francês, o presidente Jacques Chirac condenou "veementemente" o incêncio criminoso e expressou "plena solidariedade" com a comunidade judaica da França.A França tem sido atingida por uma onda de violência anti-semita desde o ano 2000, quando se intensificaram as tensões no Oriente Médio entre palestinos e israelenses. Parte da culpa pela violência contra judeus é atribuída à comunidade muçulmana francesa, sobretudo aos jovens, apesar de, muitas vezes, serem eles mesmos vítimas de ataques racistas.A França abriga as maiores comunidades judaica e muçulmana da Europa.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2004 | 08h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.