Incêndio ameaça Atenas e milhares de pessoas fogem

Autoridades gregas ordenaram a evacuação de todos os habitantes de Agios Stefanos, localidade a 23 quilômetros de Atenas ameaçada por grandes incêndios florestais. Os moradores foram instruídos a deixar suas casas depois de o fogo ter alcançado áreas residenciais neste domingo. Cerca de dez mil pessoas tiveram que sair da região.

AE-AP, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 09h25

Doze aviões de combate ao fogo e nove helicópteros estão ajudando os bombeiros em terra. Os incêndios já consumiram 12 mil hectares de florestas de pinus e outras espécies na região. Aeronaves da França, Itália e Chipre devem chegar ao país neste domingo para ajudar no combate às chamas.

As autoridades declararam estado de emergência na região metropolitana de Atenas. "A situação é trágica. O fogo está fora de controle em muitas frentes", afirmou o governador da Grande Atenas, Yiannis Sgouros. É o pior incêndio a assolar a Grécia desde 2007, quando 70 pessoas morreram no sul do país. O vice-chefe do Corpo de Bombeiros, Stelios Stefanidis, afirmou que até o momento não há notícias de mortos ou feridos pelos incêndios, que começaram na sexta-feira e já se espalharam por uma área de 40 quilômetros.

O porta-voz do serviços de combate a incêndios, Yiannis Kapakis, disse ontem que 75 focos de incêndio atingem a Grécia desde as primeiras horas de sábado, dia 22 - incluindo chamas nas ilhas de Evia, Skyros e Zakynthos, assim como em partes no centro e sul do país.

Tudo o que sabemos sobre:
IncêndiosGréciaAtenas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.