Incêndio atinge andar de hotel alvo de atentados em Mumbai

Bombeiros avaliam causas do incidente; não há vítimas pois local está fechado deste dos ataques

Efe,

09 de dezembro de 2008 | 07h52

Os bombeiros controlaram nesta terça-feira, 9, um pequeno incêndio registrado no 20.º andar do hotel Taj Mahal de Mumbai, um dos edifícios atacados no coração financeiro da Índia por um grupo terrorista em 26 de novembro.   Veja também: Índia jamais cauterizou as feridas de 1947   Foto: Reuters   Um porta-voz do hotel disse à agência Ians que o incêndio, detectado por volta das 7h15 (23h45 de Brasília de ontem), teria sido causado por um curto-circuito na cozinha de um restaurante situado neste andar, que ainda não voltou à atividade. Os bombeiros, que chegaram ao local cinco minutos depois do alarme, conseguiram controlar as chamas em pouco menos de uma hora, segundo o porta-voz, que acrescentou que o incêndio não deixou feridos nem grandes danos materiais.   Foto: Reuters   Os dez terroristas mataram 173 pessoas nos ataques ao hotel Taj Mahal, no sul de Mumbai, ao hotel Oberoi, a um centro judaico, uma antiga estação de ferrovias, hospitais e bares. O Taj, onde os terroristas ficaram durante quase três dias e tomaram reféns, sofreu sérios danos na ala leste e na cúpula, que queimou durante várias horas. A reparação do histórico complexo, formado por dois edifícios, em frente ao monumental Portão da Índia, custará US$ 100 milhões, segundo especialistas.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaMumbai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.