Incêndio atinge depósito de equipamentos para eleições venezuelanas

O desastre foi confirmado pelo presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de março de 2020 | 03h03

Um incêndio eclodiu nesse sábado, 7, em um armazém do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em Caracas, onde estão armazenados os equipamentos usados ​​nas eleições na Venezuela, disse o presidente da entidade, Tibisay Lucena.

As chamas afetaram um galpão "no qual temos a infraestrutura eleitoral do país", disse ele à televisão estatal.

Ele acrescentou que ainda não foi possível determinar a magnitude do dano, porque o fogo ainda não estava completamente extinto.

Lucena expressou sua determinação "de garantir os processos eleitorais correspondentes e planejados para este ano".

Em uma data ainda não determinada, os venezuelanos realizarão eleições legislativas para renovar a Assembléia Nacional unicameral, atualmente controlada pela oposição.

"Quem quiser sabotar o sistema eleitoral venezuelano entrará em choque ... com a determinação democrática inabalável do poder eleitoral", afirmou.

Segundo a mídia local, o equipamento necessário para programar as urnas eletrônicas usadas em todas as eleições venezuelanas foi armazenado naquele armazém que ainda queimava tarde da noite.

Os partidos políticos estão atualmente discutindo a renovação da CNE presidida por Lucena e que a oposição o considera propenso ao governo do presidente Nicolás Maduro. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.