Incêndio atinge discoteca e mata ao menos quatro turistas na Tailândia

Dois sofreram queimaduras graves; um deles é francês e teve 40% do corpo queimados

Agência EFE,

17 de agosto de 2012 | 02h36

BANGCOC - Pelo menos quatro turistas morreram e 12 ficaram feridos, na madrugada desta sexta-feira (17) em um incêndio que atingiu uma discoteca na ilha de Phuket, um dos destinos mais populares no sul da Tailândia.

 

O fogo tomou conta da Tiger Disco, localizada na famosa praia de Patong, por volta das 4 horas (18 horas de Brasília), quase duas horas depois do horário em que normalmente ocorre o fechamento de bares e outros ambientes noturnos, informou a imprensa local.

 

 

Os bombeiros demoraram quase uma hora para apagar as chamas, que tiveram início en razão de um curto-circuito, segundo apontaram as primeiras investigações após a perícia. A polícia afirmou que há um homem e duas mulheres entre os mortos, mas não confirmou a nacionalidade deles.

 

Dois dos feridos se encontram em estado grave, incluindo um cidadão francês de 30 anos que sofreu queimaduras em 40% do seu corpo. A ilha Phuket recebeu no ano passado cerca de nove milhões de visitantes atraídos por suas praias e vida noturna.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.